Anuncio Grande

Anuncio Grande
Seu Produto no Di Motoca

Ultimas Postagens

Matérias

Veja Também

Humor

Comportamento

Dicas

Dicas

18 de jul de 2014

Curvas: Sabendo fazer, não precisa ter medo delas!

Você está pilotando, todo pimpão e então no meio de uma curva você sente que está indo rápido demais. Então você olha e percebe que está indo direto pra uma árvore ao lado da estrada, e o que você faz? Freia? Acelera? Tomba?

Acredite ou não, é aí que a porca torce o rabo, e muitos motociclistas inexperientes (e alguns experientes também) acabam se fixando num alvo fixo como uma árvore, pedra, buraco ou guard rail (fenômeno chamado "targeting") o que transmite a sensação de estar muito mais rápido do que a velocidade real, fica em pânico, e vai de cara direto pra ele.

Situações:

No diagrama ao lado, o piloto se fixa no objeto (Árvore, um objeto que machuca..) e acaba indo de cara nele (A).
O que a maioria dos pilotos novatos não sabe (e que deviam contar pra gente na Moto escola) é que você vai pra onde você está olhando, ou seja: Se ficar olhando pra árvore, é pra lá que você vai!
Se você usar um negócio chamado "pescoço" e virar sua cabeça pro lado certo, você, sua moto e todo o resto vai fazer a curva na boa (B).

Ou seja, respondendo aquela pergunta do primeiro parágrafo: Nenhuma das alternativas.

Você não vai querer alterar drasticamente sua velocidade no meio da curva, com a moto inclinada, isso vai alterar o equilíbrio todo e te fazer conhecer o asfalto bem de pertinho. A maioria das motos, freia, acelera e faz curvas muito bem, só não gostam de fazer isso ao mesmo tempo.

Outra Coisa que os novatos tem dificuldade é saber o quanto a moto pode inclinar antes de te fazer "comprar um terreno" (com a fuça). Se você já viu corridas de motovelocidade, você deve ter uma ideia. Mas antes de bancar o Valentino rossi na esquina do bairro, tenha em mente que muitos fatores influem na inclinação ou falta dela, como tipo e formato de pneu, do asfalto, se está molhado ou seco, se tem areia ou óleo, e até posição das pedaleiras da sua moto. (ou você achava que as pedaleiras altas nas motos esportivas era só pra deixar mais desconfortável o piloto?)

Outro erro comum é começar à fazer a curva cedo demais, o que pode trazer desvantagens.
No diagrama ao lado, mostra bem isso. O Braço duro Piloto, nesse caso fez a curva muito fechada e tem a visão bloqueada pela árvore (objeto que atrapalha a vista) e não vê a maldita poça de óleo (A) no meio da pista.
Outra desvantagem é que como a trajetória estava tão fechada na entrada da curva, ele vai ter de fazer um trajeto mais aberto no final dela, o que pode te fazer dar um beijinho no para-brisa do carro que vem no sentido contrário (B).
Então, como faz? Eu vou te explicar, Pequeno Gafanhoto Amigo leitor, acompanha comigo no replay na próxima figura!




Aqui  do lado esquerdo, a gente tem uma maneira muito mais segura de se fazer essa curva.

O ninja piloto freia ANTES de entrar na curva e espera mais pra começar a tangência, assim tem mais campo de visão e consegue desviar do óleo maldito (A) e do carro bebum (B) tirando onda.







Na Curva ou na reta, simbora, Di Motoca sempre!
Claudio "Coscobeu" Oliveira.
Traduzido Por: Mais Template - Designed By