Anuncio Grande

Anuncio Grande
Seu Produto no Di Motoca

Ultimas Postagens

Matérias

Veja Também

Humor

Comportamento

Dicas

Dicas

19 de jun de 2014

250cc Parte 2- O Lado Desconhecido ou Descontinuado



Ontem falamos das motos 250cc novas disponiveis. temos uma porrada de opções, mas vc está com o orçamento curto? Não tem saco pra fazer emplacamento e toda a burocracia de uma moto nova? De repente é uma opção partir pra uma usada.

Existem as seminovas, que são motos que ainda estão em produção, mas já rodaram um pouco, não são dessas que vou falar (até porque são as mesmas motos da nossa outra matéria - Veja Aqui o guia das 250cc novas! ). Dessa vez vamos abordar as motos que já sairam de linha, ou mais desconhecidas, mas ainda são opções no mercado de usadas, e com algum carinho podem ser usadas no dia-a-dia. Pra todos os Efeitos, não considerei nenhuma moto abaixo das 200cc e nem acima das 300cc.

Aprilia

RS 250
É um foguete. E raro. Com motor V2 à 90º, 2 tempos essa motinho passa dos 200km/h e tem freios e suspensões de pista. pouquíssimas foram trazidas pro Brasil, e menos ainda serão encontradas à venda. Se você encontrar uma, pode se preparar pra pagar preço de moto grande.
Preço Médio: R$ (não sei, eu não vi nenhuma à venda)

Scarabeo 200
Um scooter de inspiração retrô, mas bem moderno. Bem completo, com freio á disco, cromados caprichados e acabamento impecável. Tipicamente europeu, alguns podem ser encontrados, mas também não vai ser fácil.
Preço Médio: R$ 9.900,00
Agrale

Roadster 200
Moto de origem italiana (Cagiva) é outra mosca branca. Seu jeitão meio custom atrai olhares, mas como quase todas as italianas de nossa lista, peças de reposição podem ser um problema. Encontrar uma em bom estado é outra missão muito difícil, mas seu preço não assusta.
Preço Médio: R$ 3.000,00
Dafra

Kansas 250
Ás vezes acontecem algumas coisas engraçadas no mercado. Na china, uma fabricante de motos fez um contrato com a yamaha pra produzir peças pra Virago 250. daí pros chineses produzirem sua própria versão da moto foi um pulo. Aí vem a Dafra, e começa a vender a "Virago 250 chinesa" por aí. É a mesma moto da Yamaha, com pouquíssimas alterações estéticas. foi vendida por pouco tempo aqui (2009), dizem que por causa de problemas com a yamaha, que ameaçou processar a dafra.
Preço Médio: R$ 8.500,00

FYM

FY-250
Uma custom muito encorpada e de ótimo tamanho. Você encontra algumas com motor de Honda CB-400 que é facilmente adaptável no quadro dessa moto. Esqueça assistência técnica autorizada, e pra possuir uma moto dessas tem que ter o espirito e disposição pra fazer adaptações, mas o conjunto mecânico robusto e o visual compensam.
Preço Médio: R$ 6.000,00

Garinni

GR 250V
Quando foi lançada pela Garini, a proposta era ser uma custom "premium", com profusão de cromados, acabamento perfeito, tendo tudo que uma moto grande tem, (dá pra confundir com uma Harley se não prestar atenção) mas com motor pequeno. O preço era salgado, o que aliado à marca desconhecida, prejudicou a quantidade de vendas. Agora no mercado de usados, pode ser uma boa opção, se comprada pelo preço certo. mas tenha um mecânico de confiança, mas o motor também é derivado da Virago 250, o que garante você encontrar peças.
Preço Médio: R$ 8.000,00
Honda

CBX 200 Strada
Moto honesta. Urbana pela própria natureza. Seu design lembra uma miniatura da CB500 do fim dos anos 90, e seu conjunto mecãnico é bem simples, porém robusto. Vem com partida elétrica e freio à disco na dianteira.
Preço Médio: R$ 3.500,00

CBX 250 Twister
A sucessora da CBX Strada. Sucesso de vendas, com seu visual esportivo e carenagens que fazem supor um quadro de dupla trave superior em alumínio (mentira, é um berço duplo de aço..) tem como maiores atrativos, facilidade de encontrar a moto, manutenção comum, vasta assistência e design bem resolvido. O problema é a quantidade de roubos.
Preço Médio: R$ 6.500,00

XR 250 Tornado
Como é comum à honda, essa é a versão offroad da Twister. mesmo motor, é uma moto muito usada no offroad pois tem otimas suspensões e um conjunto mecanico muito resistente. Conforto não é seu ponto forte, mas a facilidade de manutenção é uma ótima pedida. O preço varia muito do estado de conservação (algumas foram bem judiadas em trilhas)
Preço Médio: R$ 7.500,00
XL 250 R / XLX 250
As clássicas. São espartanas, sem frescuras, sólidas e se você não tomar cuidado, o pedal de partida te chuta de volta, só pra manter o respeito. São motos mais antigas, mas ainda tem muitas rodando por aí, o que mostra o quão resistentes elas são. A maioria já virou moto de trilha, mas ainda é possivel encontrar umas em condições de uso diário.
Preço Médio: R$ Varia muito. de R$ 3.000,00 a R$ 8.000,00
XR 200
A Geração offroad com o mesmo motor da CBX Strada e NX 200. Era a moto mais preparada pra trilhas da marca na época. Leve e com uma relação curta, vai muito bem também no transito urbano, leveza e agilidade são seu ponto forte. Conforto nem tanto.
Preço Médio: R$ 4.500,00
NX 200
Aqui a honda pegou a XR 200R, colocou uma relação um pouco mais longa e deixou ela um pouco mais confortável. É uma boa opção de moto diária, já que tem facilidade de manutenção, suspensões que filtram bem a buraqueira, e um certo conforto, embora o design inspirado na Dominator 650 não seja unanimidade.
Preço Médio: R$ 3.800,00

MVK

Fenix 200
Essa moto tem o mesmo motor honda da CBX 200 Strada, numa roupagem custom. Painel sobre o tanque, diversos mata cachorro e pedaleiras tipo plataforma completam o pacote dessa estradeira urbana.
Preço Médio: R$ 4.500,00
Fenix Gold
Apesar do mesmo nome da irmã, essa é outra moto. o Motor é um 250cc e tem refrigeração liquida, o angulo da suspensão dianteira é mais longa, ao estilo mais chopper.
Preço Médio: R$ 8.500,00
Piaggio

Beverly 250
Scooter tipo premium, com tudo que você tem direito (inclusive a grife italiana) e motor 250cc. Como aqui o importante é design, é fácil encontrar assento em couro top de linha na cor marrom. Ser exclusivo tem seu preço, tanto na aquisição da moto, quanto na manutenção dela.
Preço Médio: R$ 10.000,00
Vespa PX 200
O inverso do Berverly. Foram fabricadas no Brasil, com motor 2 tempos, a vespinha mãe de todos os Scooters. Sua estrutura em chapa de aço é sólida, mas sem luxos e seu porta luvas é imenso. Cambio automatico? Que nada! você troca marchas ao girar do punho esquerdo.
Preço Médio: R$ 4.500,00

Suzuki

Intruder GN 250
Essa é meu xodó. A Intruder 250 não é a mais leve, a mais forte ou a mais manobrável das 250. tem seus probleminhas na parte elétrica, mas são facilmente resolvidos, e fora isso, é uma moto muito bem construída, e que tem talento de projeto pra rodar muitos, mas muitos kilometros sem manutenção. Sua base é versátil, e permite muitas opções de personalização.
Preço Médio: R$ 4.500,00
Yamaha

DT 200R
A Sucessora da DT 180, amada nas trilhas de todo o país não faz feio. Motor nervoso de 200cc e 2 tempos, o difícil é encontrar uma que não tenha sido judiada, já que ela instiga o piloto á acelerar.
Preço Médio: R$ 6.000,00
TDM 225
Com o mesmo motor da XT225, a TDM surgiu como uma versão mais urbana, mais "fun bike". Seu design não caiu no gosto do publico, mas é uma boa moto polivalente, que encara tanto o uso urbano, quanto o de aventura.
Preço Médio: R$ 4.000,00

XT 225
A miniatura da XT600, traz um conjunto muito honesto, com peso reduzido e conjunto resistente. Tem na parte eletrica seu calcanhar de quiles, mas no restante tem um conjunto muito reforçado. A maioria já foi pras trilhas, mas é possivel ainda encontrar algumas em boas condições.
Preço Médio: R$ 4.500,00

Virago 250
A Rainha das mini customs. Com muitos cromados, seu conjunto é compacto, e de fácil acesso. Seu acabamento é bem feito, e seu motor é um v-2 como suas irmãs maiores. E tem assento confortável pra rodar muitos kilometros sem judiar do piloto.
Preço Médio: R$ 7.500,00


É isso aí pessoal, seja nova ou bem velhinha, o importante é continuar rodando, e "di motoca" sempre!!
Traduzido Por: Mais Template - Designed By